sexta-feira, 8 de abril de 2011

SALMOS 116.15

Recebi a seguinte mensagem em minha caixa de e-mails:

“Pastor

Salmos 116:15 - Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos.
Vi outro sentido:
– É penoso para o Senhor ver morrer os seus fiéis. – Versão Católica
– O SENHOR Deus sente pesar quando vê morrerem os que são fiéis a ele. – Versão Linguagem de Hoje
Bem diferentes, não?
Pode me dizer sua interpretação?”


Eis a minha resposta, com a devida aprovação da consulente.

Se puder, leia o texto abaixo com a Bíblia aberta no Salmo 116.

Faz bem ler todo o Salmo 116 para notarmos que o salmista, semelhantemente a nós, demonstra suas aflições e angústias e o Senhor o livra de todas essas prováveis coisas amargas para a vida humana.

Mas, num determinado momento em que ele se “precipita” para dentro de si mesmo, descobre uma grande verdade: “todo homem é mentira!”, isto é, tudo o que foi dito como voto ao Senhor não é verdade, mas são promessas e votos que faço neste momento crítico de minha vida: “invocá-lo-ei enquanto viver”; “andarei perante a face do Senhor, na terra dos viventes”; “tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do Senhor”; “pagarei os meus votos ao Senhor, agora, na presença de todo o seu povo”; “oferecer-te-ei sacrifícios de louvor”.

Deus, em sua infinita sabedoria, sabe que os citados “córdeis de morte que me cercaram”; “as angústias do inferno que se apoderaram de mim”; “os apertos e tristezas”; “os problemas e dificuldades da vida que me deixam abatido” são provas pelas quais preciso passar para chegar à conclusão de que devo viver sob a total dependência do Senhor.

Mas somos “símplices” e não entendemos essa vontade do Senhor e, desta forma, não suportamos e a solução é desistir, abandonar, tornar-se inconstante e... morrer.

Deus nos entende – Ele é infinito neste entendimento – e nos livra da morte porque o preço que Ele “paga” para a morte é muito alto e precioso. Cada vez que um dos seus santos (separados) morre (desiste, desestimula, desanima) é um preço que Deus paga. Ele pagou um preço altíssimo pela morte de Judas, do casal Ananias e Safira e de tantos outros que abandonaram ou negaram a fé que outrora abraçaram. Por outro lado para aqueles que foram ressuscitados, o Senhor também pagou um alto preço.

Enfim, o importante é não desistir, morrer diante das vicissitudes, mas “sejam firmes e constantes...” – este deve ser o lema de todo discípulo do Senhor.

Deus prefere que vivamos e, à pergunta “Que darei ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito?”, a resposta é: A MINHA VIDA! Porque foi também por ela que Jesus Cristo morreu e ressuscitou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página