segunda-feira, 29 de julho de 2013

O DESAFIO DE SER PASTOR NOS DIAS DE HOJE

Ser pastor, em qualquer tempo, sempre foi um desafio se considerarmos desde Noé, chamado por Deus, para conduzir, por cerca de um ano toda a sua família e muitos animais. Por outro lado pensemos em Abraão, também chamado por Deus para, a partir dele, formar uma nação com bases sólidas e seguras. Daí chegamos ao pastor Moisés, chamado por Deus, para guiar durante 40 anos por um deserto um povo rebelde. Da mesma maneira – chamado por Deus – não podemos nos esquecer de Samuel, e de todos os seus desafios.
Enfim, ser pastor foi, é, e sempre será um desafio.
Há 37 anos, quando fui chamado por Deus para o ministério da palavra, os desafios eram na minha visão: (a) trabalhar com um povo de pouca ou nenhuma instrução; (b) muitas mulheres eram impedidas de ir à igreja por seus maridos incrédulos; e (c) jovens que paravam de estudar para trabalhar e ajudar os pais na manutenção da casa.
 
Nos dias de hoje – ainda estou pastoreando – noto que os desafios são bem maiores, pois com o desenvolvimento da tecnologia (internet, celulares, etc.), o conhecimento aumentou sensivelmente e, consequentemente, o desafio do pastor é estar bem atualizado, já que são muitas as questões em busca de respostas mais profundas e bem definidas. Evidentemente, a igreja hoje está mais presente na sociedade, o que exige do pastor uma diversificação de atividades, obrigando-o a se envolver muito mais, tanto teologicamente quanto tecnologicamente e socialmente.
Numa sociedade relativista centrada com a quantidade e se esquecendo da qualidade e da essência do amor que deve ser empregado a cada uma das ovelhas, sem distinção de hierarquia, mas tão somente na preocupação com as almas, sou pastor que nos dias de hoje ainda se preocupa em buscar uma ovelha trazendo-a para o aprisco, sem desprezar as outras noventa e nove.
Mas de uma coisa não podemos duvidar: todo pastor, chamado por Deus, seja ontem, seja hoje, seja sempre está na mão direita de Deus, independentemente dos desafios (Apocalipse 1.20).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página